Sistema Plantio Direto de Hortaliças (SPDH)

Sistema Plantio Direto de Hortaliças (SPDH)  é muito mais do que plantio direto de hortaliças! É um método para a transição da agricultura dependente de insumos industriais que adoece, para uma agricultura saudável, produtiva, com autonomia das famílias agricultoras rumo a um sistema alimentar agroecológico inclusivo. Ou seja, o SPDH cria condições para agricultores convencionais começarem a sair das amarras e entraves do pacote da revolução verde dependente de venenos e altos custos – sem perder produtividade – frequentemente aumentando a produtividade no processo. Famílias agricultoras assumem o protagonismo para se organizarem em parceria com instituições de apoio técnico, universidades e outras organizações da sociedade civil para aprender e transformar coletivamente a produção e acesso a alimentos sem veneno e com dignidade, baseado em conhecimentos agroecológicos. O SPDH oferece um leque de princípios técnicos e práticas adaptáveis para entender as próprias hortaliças como “sistema de informação” sobre saúde integral da planta e do agroecossistema, incluindo a comunidade de agricultores e consumidores construindo laços de economia solidária.

O SPDH vem aprimorando métodos técnico-científicos de promoção do conforto das plantas e saúde do agroecossistema integrados com métodos político-pedagógicos de construção coletiva de conhecimentos em campo entre agricultores/as familiares, técnicos/as, estudantes e cientistas. O SPDH visa fortalecer a organização coletiva para ampliar a autonomia de famílias agricultoras a saída completa dos entraves de dependência de insumos tóxicos. Nesse processo o SPDH tem ajudado famílias a iniciar a transição agroecológica ao reduzir até a eliminação dos agrotóxicos, melhorar a saúde dos solos, iniciar a diversificação do sistema de cultivo, enquanto mantém ou aumentam a produtividade e qualidade dos alimentos.

Segundo o Prof. Jucinei Comin do NEPEA-SC/UFSC e Jamil Abdalla Fayad, quem ajudou a desenvolver o Método e Movimento SPDH desde os seus primórdios, o SPDH pode ser caracterizado por dois grandes eixos:

  1. O eixo político-pedagógico que tem como premissas:
    • A decisão consciente em pratica-lo;
    • A organização dos agricultores;
    • A valorização da qualidade de vida dos agricultores e consumidores.
  2. E o eixo técnico-cientifico cujo aspecto central é a promoção da saúde de planta que tem como base:
    • A promoção do conforto da planta, orientada pela minimização dos estresses nutricionais, de salinidade, de disponibilidade de água, de temperatura, de luminosidade, de pH, entre outros.
    • A nutrição da planta com base nas taxas diárias de absorção de nutrientes, adequando-a às condições ambientais, às reservas nutricionais do solo e aos sinais (aparência) apresentados pela planta;
    • A rotação de culturas e de plantas de cobertura e adubos verdes (cultivados e espontâneos), evoluindo para a rotação com animais manejados no sistema de Pastoreio Racional Voisin, caracterizando um sistema de integração lavoura-pecuária;
    • A adição de matéria seca superior a 10 toneladas por hectare e por ano por meio dos planos de consorciação e, ou, rotação de culturas;
    • O revolvimento do solo restrito às linhas ou berços de semeadura e plantio;
    • O manejo dos adubos verdes espontâneos de forma que possam melhorar o sistema, com plantas mais adaptadas às condições locais e sem prejudicar a produção da cultura econômica, evoluindo para o plantio direto no verde (estratégia eficiente para eliminar o uso dos herbicidas).

Circuito de capacitações em 10 etapas no canal *Capacitações Epagri On-line*: https://www.youtube.com/channel/UCm9WI2AJzUNGiIm3ib4HfyQ/videos


Publicações chave:

Livro original e completo SPDH 2019 (1ª edição):
Jamil A. Fayad, Valdemar Arl, Jucinei J. Comin, Álvaro L. Mafra, Darlan R. Marchesi (org.). Sistema de Plantio Direto de Hortaliças: Método de transição para um novo modo de produção. 1ª ed. São Paulo, SP: Expressão Popular, 2019.  https://www.expressaopopular.com.br/loja/produto/sistema-de-plantio-direto-de-hrtalicas-metodo-de-transicao-para-um-novo-modo-de-producao [2ª edição incompleta (Epagri) em PDF]

Cartilha Qualidade do Solo SPDH 2020 (2ª edição):
Jucinei J. Comin, Jamil A. Fayad, Claudinei Kurtz, Álvaro L. Mafra, Pierre Curmi. Guia prático de avaliação participativa da qualidade do solo em Sistema de Plantio Direto de Hortaliças (SPDH). 2a ed. Florianópolis, SC: Universidade Federal de Santa Catarina, 2020. PDF (88MB)

Circuito de Lives SPDH:
Terças e Quintas, 4 AGO – 3 SET 2020, das 14h00-16h00

Sistema Plantio Direto de Hortaliças – Um método que promove a saúde dos alimentos e das pessoas
O SPDH se consolida como um novo “Método de transição para um modo de produção saudável”. Ele articula e movimenta a ciência e prática para acelerar os processos para a produção saudável de alimentos. A sua prática por técnicos e agricultores está inovando o cenário agrícola, com a redução no uso de insumos, ganhos em produtividade e oferta de alimentos saudáveis. Assim, a Epagri e parceiros como Universidades e o Movimento do SPDH promovem a formação técnica de profissionais em SPDH.